Archive for Abril 29, 2009

Recursos biológicos-criação intensiva

Este sector representa recursos biológicos muito diversificados, já que o homem utiliza os animais para diversos fins, como, a alimentação, o vestuário, o calçado, o mobiliário, a medicina entre outros. Também com o aumento exponencial da população humana nas últimas décadas, o homem foi obrigado a exploração neste sector. Assim, surgiram os aviários, suiniculturas, bovinicultutas, e a piscicultura.

 

Tanto os aviários, suiniculturas e boviniculturas são formas de criação maciça de animais, proporcionando quantidades de alimentos, que muitas vezes, excedem as necessidades das populações, para isso tornou-se fundamental o uso de medicamentos em animais para lhes estimularem o crescimento à custa da administração de hormonas. Devido a esse facto, actualmente, existem normas sobre a medicação e alimentação dos animais para protegerem a saúde dos cidadãos.

 

A piscicultura, consiste na criação de peixes em viveiros (aquacultura) para colmatar a dificuldade da sua aquisição em quase todo o mundo, contudo o seu desenvolvimento industrial pode causar poluição. Por vezes, estes peixes criados em condições artificiais podem contrair doenças tendo que ser tratados com antibióticos e outros produtos químicos, mas se for praticada com moderação este risco é diminuto. Através desta actividade, várias espécies de pescado chegam aos supermercados em quantidades que não seria possível através da pesca, estes são também mais baratos de que os tradicionais.

 

vejam o seguinte vídeo….

 

 

e……

 

 

 

Anúncios

Leave a comment »

Recursos biológicos-agricultura

A alimentação é uma necessidade primária da qual depende a sobrevivência da Humanidade. Por isso, os recursos alimentares são aqueles que mais preocupam o Homem. Face a crescente procura dos recursos alimentares deixou-se de utilizar a agricultura tradicional optando-se pela agricultura intensiva que é a forma mais barata e eficaz de obter alimento. Para isso, desenvolveram-se máquinas agrícolas para o cultivo intensivo das terras e passaram-se utilizar fertilizantes, herbicidas e pesticidas para obter alimentos mais rapidamente. Face a este crescimento, procedeu-se ao derrube indiscriminado de árvores, para a obtenção de terrenos agrícolas.

A intensa exploração dos solos pelas actividades agrículas tem sido, entre outras, a causadora do empobrecimento e poluição dos solos e da água.

 

Antes…

agrit1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Actualmente……          actualmente

Leave a comment »

Recursos biológicos

Os recursos biológicos compreendem o conjunto de seres vivos que o homem utiliza para benefício próprio, quer sob ponto de vista alimentar, quer para outros fins.

 

O homem utiliza os recursos biológicos para:

 

Alimentação – vegetais, cogumelos, algas, mel, carne, ovos, peixe…

Vestuário/calçado – lã, algodão, linho, pele…

Mobiliário – através da madeira

Matérias-primas – como por exemplo a colam, papel, borracha

Medicamentos – penicilina, insulina

 

Como são explorados os recursos biológicos???

 

As principais formas de obtenção deste recurso são: a agricultura, pecuária, caça, pesca, piscicultura, e a exploração florestal, estes são indispensáveis à nossa sobrevivência.

 

Com o aumento da população humana, a produção e o consumo dos recursos biológicos tem aumentado drasticamente, ora, como sabem a exploração intensiva de um dado recurso biológico, durante um curto espaço de tempo, pode levar à sua extinção. É o que acontece, por exemplo, com a caça intensiva dos coelhos de um determinado ecossistema. Deste modo, os recursos biológicos, que como sabem são recursos renováveis, podem transformarem-se em não renováveis.

 

Comments (6) »

Recursos hídricos-FIM

Os recursos hídricos acabam por aqui….

 

Não são assim tããããããããão compilados, vão ver que, apenas com uns poucos minutos de estudo e muita concentração chegam a essa conclusão…..

Qualquer dúvida já sabem, podem contar comigo!!!!  🙂

 

vejam o seguinte vídeo…….

 

Leave a comment »

Recursos hídricos-tipos particulares de águas

   A água possui fórmula química H2O, ou seja, possui em sua composição dois átomos de hidrogénio e um de oxigénio ligados por meio de ligações químicas, contudo pode conter a presença de quantidades variáveis de iões determinando assim a sua composição química, imprimindo-lhe um carácter próprio, esses iões são:

 

Cálcio Ca 2+

Magnésio Mg 2+

Sódio Na+

Potássio K+

Cloreto Cl

Sulfato SO42-

Hidrogenocarbonato HCO3

Fluoreto F

 

hidrat151

 

De acordo com a concertação destes tipos de iões na sua composição existem certos tipos de águas que, pelas suas características particulares, pertencem a determinada categoria, podendo ser classificadas em águas minerais naturais, águas de nascente, águas termais.

 

 Águas minerais naturais – são águas de circulação subterrâneas (em que a sua composição química é provocada pela interacção água/rocha), bacteriologicamente própria para beber e que possui determinadas características físico – químicas estáveis, de que podem resultar efeitos benéficos para a saúde. Distingue-se da água de beber comum pela sua pureza e pelos tipos de sais que apresenta. Assim, uma água mineral não tem que ser, necessariamente, uma água muito mineralizada, apresentam uma maior concentração de um ou mais elementos químicos.

 

Águas de Nascente – são águas subterrâneas que emergem a superfície terrestre, apresentando assim uma circulação superficial. São caracterizadas por serem pouco mineralizadas e são bacteriologicamente próprias, para beber.

 

Águas Termais – são águas que possuem uma temperatura mais elevada do que as “águas normais” de uma região. Em geral, essas temperaturas são superiores a 4⁰C a temperatura média do ar. Estas são quentes por circularem a grande profundidade ou próximo de uma câmara magmática e, em geral, são muito ricas em sais minerais sendo por esse motivo utilizadas em tratamento medicinais

 

 

Leave a comment »

Recursos hídricos-consequêcias da utilização da água

Para captar a água de que precisa e transferi-la de um lado para o outro, o ser humano intervém nos ecossistemas com várias obras de construção civil – barragens – para criar albufeiras, reservatórios de água, minas, poços e furos. Estas intervenções, apesar de beneficiar as populações, têm consequências para os ecossistemas como a modificação e perda de habitats e a diminuição da biodiversidade.  

  Apesar de a água ser um recurso renovável, a sua qualidade tem vindo a diminuir em consequência das actividades humanas, o que faz com que a água própria para o consumo possa vir a tornar-se um bem escasso num futuro próximo, entrando assim num stress hídrico, isto é falta de água doce.

 Isto porquê???

Para além dos consumos crescentes de água, consequentes do aumento da população humana, da industrialização e de melhores condições de higiene e saneamento, os efluentes domésticos e industriais e os resíduos agrícolas têm provocado a poluição dos rios e lagos, o que faz com que a quantidade de água potável (água que não causa prejuízo à saúde humana, ou seja, não contém microrganismos patogénicos nem substâncias capazes de provocar doenças) tenha tendência para diminuir mais.

aguapura

agua_poluida2

 

 

 

agua-morte3

 

Para evitar a degradação do meio ambiente, é necessário proceder ao tratamento de esgotos antes da sua rejeição directa no meio aquático. A poluição dos nossos dias poderá permanecer, durante muitas gerações, nas águas subterrâneas destinadas ao consumo humano.

 

Os receios de um futuro sem água são agravados, ainda, pelo aumento previsto da população mundial. De facto, a população humana continua a aumentar e a cidade expande-se mais rapidamente do que os sistemas de distribuição e tratamento de água. 

 

Assim, é fundamental que o homem tome consciência de que a água é um bem essencial, mas existente em quantidade limitada, pelo que:

 

não deve desperdiçar água

não deve poluir os cursos de água

deve efectuar de forma controlada a extracção de água dos lençóis subterrâneos.

 

 

Comments (3) »