Archive for Abril 21, 2009

Vulcanismo-tipos de erupções

Os tipos de erupções vulcânicas, observáveis à superfície da Terra, têm aspectos e consequências diferentes, conforme a temperatura e a composição química do magma. Estes determinam:

 

. Viscosidade – A viscosidade é a capacidade de fluir (escorregar), então quanto maior for a temperatura mais fluida é a lava (logo menos viscosa) assim, quanto menor for a temperatura maior é a viscosidade logo menor a sua capacidade de fluir.

 

. Libertação dos gases – Se a lava é viscosa a libertação dos gases é difícil, caso a lava seja fluida (pouco viscosa) a libertação dos gases é mais fácil.

 

Estes dois parâmetros vão determinar a violência/ ou não das erupções vulcânicas. ( sugiro que vejam no vosso caderno diário o esquema que fiz ):)

 

Assim, podemos definir três tipos de erupções:

 

Erupções Efusivas:

 

A lava é fluida (pouco viscosa), a libertação de gases é fácil e a erupção é calma, com derramamento de lava abundante a altíssima temperatura.

 → A lava desliza rapidamente, espalhando-se por grandes distâncias.

 Se houver declive acentuado, pode formar “rios” de lava, denominados correntes de lava ou também escoadas lávicas.

→ Cones vulcânicos são baixos, pois a lava espalha-se por grandes superfícies.

 

Vejam o seguinte vídeo:

 

 

 

Erupções Explosivas:

 

→ As lavas são muito viscosas (pouco fluida), fluem com dificuldade e impedem a libertação de gases, ocorrendo por isso, violentas explosões.

→ Devido à sua viscosidade, a lava, por vezes, não chega a derramar constituindo estruturas arredondadas, chamadas domos.

→ Noutras situações a lava solidifica mesmo dentro da chaminé, formando agulhas vulcânicas, que podem mais tarde ficar a descoberto, por processos naturais.

→ Nas erupções explosivas os cones são essencialmente formados pela acumulação de piroclastros.

 

Vejam o seguinte vídeo:

 

 

 

Erupções Mistas:

 

Assumem aspectos intermédios entre os descritos, observando-se fases explosivas que alternam com fases efusivas;

→ Nas erupções intermédias formam-se cones mistos, em que alternam camadas de lava com camadas de piroclastros;

 → As escoadas de lava são curtas;

→ A lava apresenta grau intermédio de viscosidade.

 

Não é assim tão difícil, pois não???

🙂

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Leave a comment »

Vulcanismo-tipos de materiais libertados

   O magma, ao ascender à superfície, liberta a maior parte dos produtos gasosos e vai perdendo determinados constituintes químicos passando a designar-se por lava. Podemos, então dizer, que a lava é a matéria rochosa fundida, resultante do magma empobrecido em gases e na sua composição química.

Durante uma erupção vulcânica podem libertar-se vários tipos de materiais, em diferentes estados físicos.

  Materiais vulcânicos líquidos  lavas são provenientes do magma parcialmente desgaseificado, que pode assumir diferentes aspectos de acordo com a sua composição química e das condições de solidificação (ou seja, passagem do estado líquido para sólido).

Para perceberem vejam o seguinte vídeo, (não têm que saber os nomes mencionados no vídeo 🙂 )

Materiais vulcânicos gasosos são materiais gasosos libertados durante a actividade vulcânica, como por exemplo: vapor de água, dióxido de enxofre, dióxido de carbono e outros gases, que foram extremamente importantes no “início da vida” para obter as condições actuais da atmosfera terrestre.

 

Materiais vulcânicos sólidos designados também por piroclastos, são fragmentos resultantes de lavas parcialmente solidificadas, ou fragmentos de outras rochas arrancadas pelo magma durante a sua ascenção (subida). São exemplo deste tipo de materiais: Cinza, lapilli e bombas, a sua classificação é baseada de acordo com as suas dimensões.

Observem a seguinte figura:

piroclastos11

Leave a comment »